Em Óbidos, Rio Amazonas aumenta 7cm em 24h e aumenta a preocupação em áreas inundadas - AMAZOON NOTÍCIA

JURUTI 139 ANOS

Em Óbidos, Rio Amazonas aumenta 7cm em 24h e aumenta a preocupação em áreas inundadas

Em Óbidos, Rio Amazonas aumenta 7cm em 24h e aumenta a preocupação em áreas inundadas

Share This

 

rua Siqueira Campos no Centro comercial (foto: Amazoon Notícia) 

No centro comercial frequentadores e comerciantes notaram volume de água maior.

Depois de alguns dias de estabilidade, o nível do rio Amazonas voltou a subir em Óbidos, no oeste do Pará. Dessa vez, foram 7cm em 24 horas, chegando a marca de 8,44m, o que chamou a atenção, nesta quinta-feira (19), de moradores e comerciantes nas áreas já inundadas, principalmente no centro comercial, um dos pontos da cidade mais prejudicados pela cheia.

“Encheu muito de ontem pra hoje. Quando a gente saiu daqui da loja a água não estava assim, tão próxima à ponte”, disse a vendedora Marcela Silva, ao chegar ao trabalho pela manhã.

A proximidade da água ao nível da ponte e o alagamento total da área de passeio no cais de arrimo na avenida Almirante Tamandaré e rua Siqueira Campos, no comércio, serviram como comparativo para quem frequenta a área diariamente.

“No restaurante que eu trabalho lá em baixo acho que falta um dedo [comparativo] para entrar no estabelecimento”, relatou Paula Andrade.

terminal hidroviário está a poucos centímetros de ser inundado (foto: Amazoon Notícia)

Previsão

As mudanças de temperatura causadas por uma frente fria e formação de um novo ciclone na região Sul do Brasil têm gerado alterações consideráveis de tempo em pelo menos 15 estados, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

O órgão emitiu alerta de perigo para as intempéries para toda esta semana. Há risco de chuvas intensas e tempestades com ventos fortes que podem chegar a 100 km/h em alguns locais. O alerta também é de frio intenso, que pode durar até cinco dias.

Os estados mais atingidos pela frente fria são Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo, além de Rio Grande do Sul e Santa Catarina, que ainda sentirão os efeitos de um ciclone com força de furacão nos próximos dias, e ainda enfrentarão o risco de geadas e "chuva congelante". Também devem ser atingidos por chuvas intensas e tempestades Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima.


Por:
Redação Amazoon Notícias
Com informações de O Liberal

Nenhum comentário:

Postar um comentário