Boas práticas de saúde estão na agenda das empresas no Pará - AMAZOON NOTÍCIA

MRN - 43 ANOS

Boas práticas de saúde estão na agenda das empresas no Pará

Boas práticas de saúde estão na agenda das empresas no Pará

Share This

Time de futebol feminino de Porto Trombetas (foto: divulgação/ Comunicação MRN)

No Dia Mundial da Saúde, a MRN reforça a importância da prevenção na pandemia.

O tema saúde tornou-se destaque com a pandemia e é assunto cada vez mais imprescindível de ser discutido e valorizado pelas empresas. No dia 07 de abril, quando é celebrado o Dia Mundial da Saúde, a Mineração Rio do Norte (MRN) incentiva o cuidado com a saúde e reforça o seu compromisso com a promoção de ações preventivas para seus empregados e comunidade do distrito de Porto Trombetas, no município de Oriximiná, no oeste do Pará.

De acordo com Natália Fandi, médica do Hospital de Porto Trombetas, unidade de saúde mantida pela MRN, o conceito de saúde abrange um estado de completo bem-estar físico, mental e social, portanto não apenas a ausência de doenças.

A profissional destaca a importância de realizar consultas e exames preventivos para identificar e iniciar tratamentos precoces de possíveis doenças. “Cuidar da saúde é cuidar da própria vida. Com o rastreio, isto é, fazer alguma análise médica periodicamente - seja por exames físicos, de sangue ou de imagem -, em pessoas saudáveis e que podem estar sem sintomas, conseguimos ver a existência de alguma doença, e assim, oferecer um tratamento mais rápido, antes das complicações”, ressalta.

Ela acrescenta que são exemplos de rastreios o teste do pezinho para recém-nascidos, a mamografia para mulheres acima de 40 anos, o preventivo para mulheres acima de 25 anos e o antígeno prostático específico (PSA) para homens acima dos 50 anos. “Os periódicos, que são feitos por meio de consultas médicas, também são preventivos. Com eles conseguimos verificar valores, diagnosticar e tratar pressão alta, colesterol alto, diabetes, além de avaliarmos se há algum fator de risco na história do paciente, que justifique maior atenção”, explica a médica.

Darley Coelho, 48 anos, especialista em contas a pagar da MRN, e Marileide Chagas, 43 anos, moram juntos em Porto Trombetas. Ele acredita que seja fundamental esse cuidado com a saúde e pedala bicicleta há mais de 20 anos. Com a pandemia, convidou a esposa para praticar também. No último final de semana, eles foram com os amigos para Terra Santa, município localizado a cerca de 99 km de Porto Trombetas. O pedal totalizou cerca de 155 km, ida e volta ao Balneário Paraíso.

“Gostamos de estar em contato com a natureza em um momento de lazer, além de ser bom para prevenir a saúde. Nos sentimos bem, tanto fisicamente como mentalmente, após a prática de exercícios, e a diferença na qualidade de vida é notável. Durante a semana, fazemos pedaladas mais leves de até 40 km e aos finais de semana são as mais longas. Uma vez ao mês, vamos para um município próximo ou lugar distante com amigos. É um bem-estar compartilhado por todos”, afirma o ciclista.
Darley e Marileide, casal adotou a prática do ciclismo para melhorar a qualidade de vida (foto: divulgação/ Comunicação MRN)
Niceia Almeida, 37 anos, dona de casa e moradora de Porto Trombetas, participa de um time de futebol feminino formado por onze mulheres. O grupo já existe há quase três anos e, de segunda a quinta-feira, elas se reúnem no final da tarde para praticar o esporte. Para ela, o futebol é uma forma especial de manter a saúde em dia. “Além de ser um momento de diversão e lazer, é uma forma de nos mantermos ativas e saudáveis. 

"Começou como um hobby, então convidamos outras mulheres que gostam de futebol e, quando percebemos, o grupo tinha crescido. Hoje, nós participamos de campeonatos aqui e em outros municípios. As meninas amam muito os encontros e é um momento de bem-estar e de alegria”, declara.
Niceia e o time de futebol feminino de Porto Trombetas (foto: divulgação/ Comunicação MRN)
Segundo a médica, a prática de exercícios físicos é fundamental e cada vez mais importante, principalmente com a pandemia. “A atividade física pode reduzir o risco de um paciente ter eventos cardíacos nos próximos 10 anos e ajuda a reduzir o peso e a glicose no sangue, por exemplo. Uma boa dica é fazer meia hora de caminhada, pelo menos três ou quatro vezes por semana, ou qualquer outra prática esportiva que a pessoa goste e tenha prazer em fazer”, sugere. Ela ressalta ainda que a prevenção às doenças não se restringe a exames ou prática de exercícios. “A ingestão adequada de água e uma boa alimentação também fazem parte de orientações para garantir a saúde”, complementa Natália.

Corrida pela Saúde

Para estimular a promoção de exercícios na pandemia, com adoção de medidas de prevenção à Covid-19, o Hospital de Porto Trombetas realizará a 1ª Corrida pela Saúde do distrito, no dia 09 de abril, a partir das 7h30, com entrega de prêmios e medalhas. As inscrições para competição estão abertas até 07 de abril, no Escritório de Experiência do Paciente, no hospital, mediante a doação de 4 kg de alimentos não perecíveis. A saída da corrida será do clube Nosso MEC.



Por:
Redação Amazoon Notícia
Com informações da Comunicação MRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário