‘Uma igreja missionária na Amazônia’: Diocese de Óbidos completa uma década de existência - AMAZOON NOTÍCIA

JURUTI 139 ANOS

‘Uma igreja missionária na Amazônia’: Diocese de Óbidos completa uma década de existência

‘Uma igreja missionária na Amazônia’: Diocese de Óbidos completa uma década de existência

Share This
Cúria da Diocese de Óbidos com o Brasão do bispo Dom Bernardo (foto: divulgação/ Sedcom)

Criada em 1957 como Prelazia de Óbidos e elevada à Diocese em 2012, área eclesiástica faz parte da história e do desenvolvimento da Calha Norte do Pará

A igreja da Diocese de Óbidos, no oeste do Pará, está em festa nesta sexta-feira (21) pela celebração da primeira década de elevação oficial à essa categoria, ocorrida em 21 de janeiro de 2012.

Além do momento histórico para os católicos das sete cidades que compõe a diocese, Óbidos recebeu pela primeira vez a visita oficial de um Núncio Apostólico, à época Dom Lorenzo Baldisseri, que era o representante diplomático permanente da Santa Sé no Brasil.

Dom Lorenzo, presidiu a solenidade que instituiu a Diocese de Óbidos, rezada na Praça de Sant’Ana, com a presença de milhares de fiéis vindos de várias cidades da região e empossou o primeiro bispo diocesano, Dom Bernardo Johannes Bahlmann.

Prelazia

Mas, a história da igreja obidense como circunscrição eclesiástica, iniciou há muito tempo, em 1957 quando o Papa Pio XII criou a Prelazia de Óbidos, desmembrada do território da então Prelazia de Santarém. Em 11 de outubro do mesmo ano nomeou o então bispo prelado de Santarém Dom Floriano Loewenau, OFM, como membro da nova Prelazia de Óbidos.

Já em 2 de fevereiro de 1958 foi realizada solenemente a instalação da Prelazia e a posse do primeiro bispo prelado, o frade menor de origem alemã, Dom Frei Floriano Loewenau, OFM. A nova prelazia foi confiada aos cuidados dos franciscanos da Província de Santo Antônio, com sede em Recife, que desde 1912 já atuavam na região.

Constituída pelos municípios de Alenquer, Faro, Juruti, Oriximiná e Óbidos, anos mais tarde a prelazia receberia mais dois municípios: Terra Santa e Curuá, os sete municípios compõe o atual território da Diocese.

Dom Martinho Lammers-OFM, que por mais de 30 anos foi bispo da prelazia, teve papel fundamental para a fortificação da igreja católica na região e para a elevação à diocese.

Os avanços

Desde a elevação à categoria de Diocese, a igreja tem avançado em projetos humanitários e de evangelização.

Entre as iniciativas de maior atuação entre a população, estão a Santa Casa de Misericórdia de Óbidos, os hospitais 9 de Abril, em Juruti, e Santo Antônio, em Alenquer, além dos barcos hospitais Papa Francisco e São João Paulo II na Providência de Deus, que levam atendimentos em saúde para os moradores de áreas ribeirinhas de toda a região oeste do Pará.

Outros projetos de formação são idealizados pelo Centro Educacional Bom Pastor que atua na educação de crianças, Emaús, e o projeto “Cultura Pela Paz”, que presta assistência social e formação cidadã à crianças e jovens em situação de vulnerabilidade nos municípios de Óbidos e Juruti.

Há ainda a Fazenda da Esperança, que atua no processo de recuperação de dependentes químicos. O método de acolhimento contempla três aspectos determinantes: o Trabalho como processo pedagógico; a Convivência em família; e a Espiritualidade para encontrar o sentido da vida

A Diocese de Óbidos mantém ainda um programa de intercâmbio internacional denominado “igrejas-irmãs”, uma troca de experiências no âmbito social, evangelizador e da vida cristã com a Diocese alemã de Wurzburg que tem resultado em avanços significativos em diversos projetos idealizados nas igrejas tanto no Pará quanto na Alemanha.

O Pastor

Os avanços e melhorias em todo o território da Diocese de Óbidos estão diretamente ligados à atuação de Dom Bernardo Johannes Bahlmann, no Brasil desde 1983, que antes mesmo de ser sacerdote, já atuava em todos os trabalhos desenvolvidos pelo bispado.

Interlocutor de peso, participou ativamente de toda a estruturação da diocese e da criação dos projetos de grande repercussão, entre eles, a reestruturação da Santa Casa de Óbidos e da implantação do Barco Hospital Papa Francisco.



Por:
Redação Amazoon Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário