MRN é eleita uma das 50 melhores empresas para se trabalhar no Brasil no setor industrial - AMAZOON NOTÍCIA

JURUTI 139 ANOS

MRN é eleita uma das 50 melhores empresas para se trabalhar no Brasil no setor industrial

MRN é eleita uma das 50 melhores empresas para se trabalhar no Brasil no setor industrial

Share This

Maior produtora de bauxita do Brasil figura, pela primeira vez, no ranking nacional do GPTW Indústria, na categoria “Grande Porte”

Quando lançou sua nova marca, a Mineração Rio do Norte na verdade apresentava em uma linguagem visual aquilo que ela já fazia em seu dia a dia, que é atuar com respeito, ética e sustentabilidade. Ou seja, o compromisso com o desenvolvimento a partir da produção sustentável de bauxita é parte essencial da empresa. E nesta quinta-feira, 09, a empresa recebeu mais um reconhecimento. E dessa vez vindo dos próprios empregados: foi eleita, pela primeira vez, como uma das melhores empresas para se trabalhar em todo o Brasil no ranking Great Place to Work – Indústria, ficando em 38º lugar na categoria “Grande Porte”. Em 2021, 375 empresas se inscreveram para a premiação. No total foram reconhecidas 100 fábricas, sendo 50 na categoria “Médio Porte” e outras 50 de “Grande Porte”.

O reconhecimento é resultado de pesquisa de clima realizada pelo Instituto GPTW, onde cada profissional que atua na empresa responde de forma voluntária e anônima questões sobre o ambiente corporativo em que está inserido. “É por este perfil que mais uma vez estar entre as melhores tem um alto valor para nós. Uma empresa que mantém uma posição de liderança como a MRN não consegue alcançar tal posição se não oferecer condições para que as pessoas desenvolvam o seu melhor trabalho”, destaca o gerente geral de Recursos Humanos da MRN, Almer Moreira.

Além disso, a MRN também obteve o 4º lugar categoria regional, subindo quatro posições em relação a 2020, como uma das melhores empresas para se trabalhar na região Norte. “Isso nos sinaliza que estamos no caminho certo, de levar a bauxita que sai do Pará para o mundo, com desenvolvimento e sustentabilidade para a nossa região. Tudo isso, com respeito às pessoas e ao meio ambiente”, avalia Moreira.

Valorização do maior patrimônio: o empregado


Investir em Gestão de Pessoas é um dos diferenciais da MRN. Um dos fatores que, de acordo com Almer Moreira, foi fundamental para superar os desafios apresentados durante 2021, onde a pandemia da Covid-19 ainda é uma realidade. “Nos adaptamos a um novo modelo de trabalho, potencializando os recursos digitais. Redesenhamos diversas estratégias, com o objetivo de reforçar a cultura, desafios e propósito da MRN”, relembra o gerente.

Desde 2020, a empresa vem reforçando suas ações de engajamento de uma maneira ainda mais ampla e sustentada. Prova disso, é que envolve, anualmente, mais de 50 empregados para atuar frente às Práticas Culturais que constroem um ambiente de confiança para todos. Líderes são desenvolvidos para suportar a estratégia de engajamento da MRN e estamos vendo ano após ano os resultados positivos dessa evolução. Faz parte também do Programa de Engajamento, medir o clima das áreas semanalmente, permitindo a todos os líderes informações personalizadas para trabalharem na construção de um melhor lugar para se trabalhar.


Para a gerente de Desenvolvimento de Pessoas, Luciane Mello, as duas conquistas da MRN no GPTW 2021 são resultado deste amplo trabalho de engajamento junto a todos os empregados. “Engajamento sempre foi uma pauta essencial para MRN e a pandemia nos provocou a reinventar esse programa. Colocamos nossos empregados no centro do processo e a partir de todos estamos encontrando as melhores soluções para criar um excelente lugar para se trabalhar. Nosso entendimento é que tudo só faz sentido se for feito por todos e para todos”, analisa Luciane.

Segundo a gestora, os desafios para manter a MRN como uma das melhores empresas para se trabalhar continuarão em 2022. “Vamos trabalhar de maneira ainda mais direcionada. Hoje, temos uma plataforma para medir semanalmente o engajamento de nossos empregados e com isso os líderes conseguem atuar assertivamente nos fatores que impactam o engajamento. Enquanto isso, temos mais de 50 empregados estruturando continuamento práticas transversais de engajamento, impactando o todo”, relata Luciane. “Não dá pra falar em evolução de engajamento sem que isso seja uma pauta estratégica. Por isso toda a nossa diretoria participa nos projetos e dá abertura para isso. Nossos executivos estão comprometidos em nos posicionar e nos manter como uma das melhores para se trabalhar em todo o Brasil”, diz a gerente.

A MRN também aprimorou processos para continuar entregando valor à organização. Este ano, implementou o Programa de Diversidade & Inclusão: MRN pra Todos, que projeta a diversidade e inclusão de todos os eixos, gênero, gerações, raça e etnia, LGBTQIA+ e pessoas com deficiência, promovendo a construção de um ambiente mais inclusivo e plural. 


Outro processo que a área de Recursos Humanos da empresa estabelece são as ações de Educação Continuada para proporcionar aos empregados o desenvolvimento das competências necessárias à execução das suas atividades por iniciativas da própria empresa ou em parceria com instituições de ensino de todo o Brasil. “Além disso, lançamos este ano uma plataforma online para que os empregados investissem em seu desenvolvimento profissional. Nela disponibilizamos cursos categorizados em temas relevantes, tais como Inovação, Diversidade, Liderança, Novas Competências, que podem ser acessados nas versões Web (Desktop e Notebook) e Mobile”, comenta Luciane Mello.

Uma história que orgulha


Ney Portilho Demétrio, gerente técnico da usina de geração da MRN, está há 32 anos na empresa e conta que nunca conheceu uma organização com uma cultura semelhante, que permite com que os empregados contribuam com ideias e possam crescer profissionalmente, a partir de seus esforços e habilidades. “Sermos reconhecidos no ranking GPTW é mérito de cada empregado, que se dedica todos os dias a fazer o seu melhor para continuar evoluindo e se adaptando às novas mudanças que ocorrem no mundo. Já passamos por tempos desafiadores, mas em todos eles o time MRN mostrou sinergia, superando os obstáculos para alcançar os melhores resultados”, afirma.

Edinalva Adelardo, analista de Serviço de Infraestrutura da MRN, diz que é uma grande honra fazer parte da história da empresa e de Porto Trombetas, onde mora desde 1998. “Só tenho gratidão pela empresa, que tem me dado todas as oportunidades. Aqui criei meus filhos. Meu filho mais velho chegou com 5 anos e minha filha mais velha nasceu aqui e está com 22 anos. Porto Trombetas é minha casa há 23 anos, sendo 10 deles dedicados à MRN. Tenho orgulhos de fazer parte deste time maravilhoso”, declara. 

 



Por:
Redação Amazoon Notícia
Com informações da ASCOM/MRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário