Justiça bloqueia recursos da Prefeitura de Alenquer para pagar servidores - AMAZOON NOTÍCIA

JURUTI 139 ANOS

Justiça bloqueia recursos da Prefeitura de Alenquer para pagar servidores

Justiça bloqueia recursos da Prefeitura de Alenquer para pagar servidores

Share This
Praça Eloy Simões, ao fundo a sede do Poder Executivo de Alenquer (PA) / Foto: reprodução internet

Bloqueio dos recursos foi determinado após o prefeito Tom Farias (MDB), desobedecer a decisão judicial que obriga o pagamento dos funcionários.


O juiz titular da Comarca de Alenquer, no oeste do Pará, Vilmar Durval Macedo Junior, determinou que sejam bloqueados mais de R$ 500 mil das contas da prefeitura de Alenquer, para assegurar o pagamento dos salários do mês de dezembro de 2020, que o atual prefeito, Tom Farias (MDB), até a decisão, insiste em não pagar.

A ação, que resultou no bloqueio e que obriga o município a efetuar os pagamentos, foi movida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado do Pará e a Associação dos Agentes Comunitários de Saúde do Município de Alenquer.

Tom Farias é apontado por fornecedores por dar calote, não efetuando o pagamento para prestadores de serviços da prefeitura nos últimos meses de 2020, e se recusou a pagar os salários de dezembro, que deveriam ser pagos em janeiro de 2021, primeiro mês de seu mandato.

Mesmo com decisão da Justiça determinando o pagamento, o prefeito tem ignorado a autoridade do Poder Judiciário, ao mesmo tempo em que a prefeitura realizou contratos milionários que vêm sendo questionados pela população alenquerense.

Reclamações e abandono

Em discurso no dia 24 de novembro, no plenário da Assembleia Legislativa do Pará o deputado estadual Júnior Hage (PDT) revelou que em dez meses Alenquer recebeu mais de R$ 99 milhões, mas o que se vê nas redes sociais são muitas reclamações da situação de abandono em que a cidade se encontra.

As queixas da população vão desde o abandono do sistema viário da cidade e do interior, que estão em estado de calamidade, passando pela falta de iluminação pública, mesmo com a população sendo obrigada a pagar por um serviço que não recebe.
 
 
 
Por:
Redação Amazoon Notícia

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário