Moradores de região quilombola de Óbidos denunciam a chegada de doses insuficientes de vacinas anti-Covid - AMAZOON NOTÍCIA

JURUTI 139 ANOS

Moradores de região quilombola de Óbidos denunciam a chegada de doses insuficientes de vacinas anti-Covid

Moradores de região quilombola de Óbidos denunciam a chegada de doses insuficientes de vacinas anti-Covid

Share This
Doses enviadas para a campanha de vacinação anti-covid não atenderam a demanda da região do Matá
Foto: reprodução redes sociais

Foram levadas apenas 90 doses para serem aplicadas em moradores de quatro comunidades da região do Matá.

A campanha de vacinação na região quilombola que integra as comunidades Centrinho, Cuéce, Silêncio e Matá no município de Óbidos, no oeste do Pará, gerou revolta nos moradores pela quantidade de doses anti-covid que foram destinadas à região, uma das mais populosas do interior do município.

A equipe de vacinação da Secretaria de Saúde, anunciou que seriam aplicadas a 1ª, 2ª e a 3ª dose (ou dose de reforço), mas segundo uma moradora que fez a denúncia, apenas 90 doses foram destinados para atender toda a região.

A Unidade Básica de Saúde localizada na comunidade Matá, ficou lotada de pessoas vindas das outras três comunidades, que receberam o comunicado dias antes, de que haveria doses suficientes para a imunização de todos.

"Infelizmente a irresponsabilidade é tão grande que a equipe que veio trouxe somente 90 doses. Sendo que veio apenas uma técnica pra fazer a aplicação dessa vacina, que por incrível que pareça não deu nem pra terça metade dos moradores vizinhos da comunidade Matá", afirmou a denunciante. 
 
Moradores de quatro comunidades aglomeraram em busca de vacina.
Foto: reprodução redes sociais

Durante a semana, a Prefeitura de Óbidos intensificou a campanha de conscientização para que a população buscasse pela imunização contra a Covid, dado o crescente número de casos de infectados, reinfectados e de internações registradas nas duas últimas semanas.

O site Amazoon Notícia procurou os representantes da Secretaria de Saúde, mas até o fechamento da matéria não obteve retorno.

Cobertura vacinal

A cobertura vacinal no município apresenta lentidão, principalmente com relação a segunda dose, quando a pessoa completa o ciclo vacinal, segundo o Ministério da Saúde.

Os dados do "vacinômetro" divulgados nesta sexta-feira (26) pela Secretaria de Saúde, mostra que apenas 27.915 pessoas das 39.801 que deveriam ser vacinadas, tomaram a primeira e segunda dose dos imunizantes, o que representa 70,14% do público-alvo vacinado.

Com a primeira dose, 35.782 pessoas já foram vacinadas (89,90%). A dose de reforço chegou, até hoje, para 1.146 obidenses (2,88%).
 

Por:
Redação Amazoon Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário