"Direita Bolsonarista Pauxiara" pedirá ao MP a nulidade da apresentação obrigatória da carteira de vacinação - AMAZOON NOTÍCIA

MINERAÇÃO RIO DO NORTE

"Direita Bolsonarista Pauxiara" pedirá ao MP a nulidade da apresentação obrigatória da carteira de vacinação

"Direita Bolsonarista Pauxiara" pedirá ao MP a nulidade da apresentação obrigatória da carteira de vacinação

Share This

 

Foto: vereador Nael Vasconcelos (PODE) / reprodução redes sociais

Liderado pelo vereador Nael Vasconcelos (PODE), grupo é contra a obrigatoriedade da apresentação do comprovante de vacinação anti-Covid para entrada em espaços públicos e privados.


Está marcada para a próxima sexta-feira (26) a ida ao Ministério Público Estadual (MPPA) em Óbidos, no oeste do Pará, de militantes políticos que integram a "Direita Bolsonarista Pauxiara". A ida até o órgão ministerial é para pedir que a apresentação da carteira de vacinação não seja obrigatória no município.

A reação do grupo contrário as regras sanitárias, foi decidida após o decreto municipal publicado pela prefeitura de Óbidos, onde está prevista a apresentação obrigatória da carteira de vacinação com as duas doses, para o ingressos em espaços e instituições públicas e privadas e para ter acesso ao transporte de passageiros local e intermunicipal.

Quem lidera a ida ao MP é o vereador Nael Vasconcelos (PODE). O parlamentar que é fiel seguidor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do deputado federal Eder Mauro (PSD), que, coincidentemente, está em tratamento para Covid-19, promete ir ao MP assim que terminar a fase de isolamento para pedir a revogação da obrigatoriedade da carteira.

"Na sexta-feira termina a nossa prisão [referência ao isolamento para tratamento da Covid] e eu vou denunciar ao Ministério Público. Vamos fazer uma denúncia sobre essa cobrança da carteirinha de vacinação. Sabemos que isso é inconstitucional. A Lei nos ampara com o direito de ir e vir. O prefeito não pode impor e a cidade toda obedecer", justificou Nael.

Ainda segundo o vereador, a vacinação pode representar risco para algumas pessoas, o que fundamenta o pedido para que a apresentação da carteira de vacinação deixe de ser obrigatória.

"Algumas pessoas não podem tomar essa vacina porque são hipertensas, têm problemas de coração", enfatizou o vereador, sem apresentar dados de que o imunizante faz mal aos hipertensos.

 

Novas restrições

Em novo decreto publicado pela Prefeitura de Óbidos na quarta-feira (24) passou a ser obrigatório que empresas de navegação municipais e intermunicipais exijam dos clientes e funcionários a apresentação da carteira de vacinação com os respectivos registros da aplicação da 1º e 2ª doses de imunizantes contra a Covid-19.

Academias de ginástica e musculação, clínicas de fisioterapia e pilates, academias de dança voltaram a funcionar, desde que pacientes e frequentadores desses espaços, também comprovem a vacinação.

Do mesmo modo devem proceder as empresas públicas e privadas, exigindo de funcionários a apresentação do comprovante de vacinação.

Alguns estabelecimentos comerciais e empresas privadas, decidiram, por conta própria, exigir a apresentação da carteira de vacinação para que clientes tenham acesso aos seus produtos e serviços.






Por:

Redação Amazoon Notícia

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário