Curuá, no Oeste do Pará, não registra crimes violentos há mais de 500 dias - AMAZOON NOTÍCIA
Curuá, no Oeste do Pará, não registra crimes violentos há mais de 500 dias

Curuá, no Oeste do Pará, não registra crimes violentos há mais de 500 dias

Share This
Foto/ Reprodução aldeianews

O Município de Curuá, no oeste do Pará, está há 526 dias sem registros de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). É o que aponta um levantamento feito pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), com base em dados fornecidos pela Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), que realiza estudo da criminalidade no Pará.

De acordo com o levantamento feito com base em informações coletadas até 22 de novembro, a última ocorrência desta natureza no município foi registrada em 15 de junho de 2019. Curuá tem aproximadamente 14 mil habitantes e densidade populacional de 10,1 habitantes por metro quadrado.

Segundo a SEGUP, metade dos 144 municípios paraenses não registra CVLI há mais de 30 dias. Entre eles estão Bujaru, Eldorado do Carajás, Goianésia do Pará, Itaituba, Nova Timboteua, Ourilândia do Norte, Rio Maria, Tracuateua, Viseu e Vitória do Xingu, representando a maioria das regiões.

São definidos como CVLI os crimes de homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. 
 
Ações Descentralizadas

A SEGUP aponta que Ações descentralizadas contribuíram para atingir a meta. A redução, que alcança 59% dos municípios, reflete os projetos do Estado que tiveram êxito. A presença das forças de segurança nessas localidades e a estratégia de integração, somadas à atuação da inteligência, favorece cada vez mais os resultados positivos já constatados. 
 
Redução na capital

Na Região Metropolitana de Belém, nos sete bairros em que ações do TerPaz, os dados de CVLI também têm mostrado reduções significativas, como o Icuí-Guajará, no município de Ananindeua, onde a diminuição é de 10%.

Em Belém, os bairros Cabanagem, Guamá e Terra Firme registram redução de 38%, 39% e 61%, respectivamente. O bairro Centro de Marituba teve redução de 10%.


Aldeianews

Nenhum comentário:

Postar um comentário