Pará chega a 40 casos confirmados do novo coronavírus - AMAZOON NOTÍCIA
Pará chega a 40 casos confirmados do novo coronavírus

Pará chega a 40 casos confirmados do novo coronavírus

Share This
Foto/ Reprodução ORM

Sespa confirmou mais seis casos de covid-19 na manhã desta quarta-feira (1). Há 84 casos ainda em análise.

 Pará chega a 40 casos confirmados do novo coronavírus Sespa confirmou mais seis casos de covid-19 na manhã desta quarta-feira (1). O Pará chegou a 40 caso de covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus (sars-cov-2). A informação foi divulgada, em boletim especial, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), na manhã desta quarta-feira (1º). São seis novos pacientes diagnosticados. Do total, até agora, só uma pessoa, aponta a Prefeitura de Belém, teve recuperação completa e está livre do vírus.

Entre os casos, não há ninguém com 60 anos ou mais. São quatro casos em Belém. Uma mulher, de 19 anos, que veio de Saõ Paulo; um homem de 31 anos, profissional da área da saúde; uma mulher de 33 anos, com forma de contaminação ainda em investigação; e uma mulher de 47 anos, que teve contato com um paciente com caso positivo. Há ainda uma mulher, de 25 anos, moradora de Ananindeua, que esteve na Europa. E uma mulher de 41 anos, moradora de Barcarfena, que é profissional da área da saúde.

Pela atualização de 11h30, a Sespa informa que há 84 casos suspeitos em análise. Ao todo, 829 casos já foram descartados.

Todas as medidas preventivas, recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS, maior autoridade global do setor) e pelos órgãos de saúde municipais e estaduais, devem continuar sendo tomadas até que a avaliação técnica seja de segurança para a retomada das rotinas. O distanciamento social temporário (a popular "quarentena") ainda é uma das formas mais eficientes de prevenção por evitar a circulação do novo coronavírus. Importante lembrar que ainda não há vacina e nem medicamento oficial contra a covid-19. O hidroxicloroquina ainda está em testes e apresenta reações adversas.

s recomendações do Ministério da Saúde são: lavar bem as mãos e pulsos ou usar álcool gel para higienização; evitar contatos físicos desnecessários, cobrir boca e/ou nariz ao tossir e/ou espirrar; não compartilhar alimentos e/ou talheres; higienizar estações de estudo ou trabalho; ao retornar de viagens onde há casos confirmados, com ou sem contato com casos suspeitos, é importante acionar os órgãos municipais de saúde e se afastar de atividades de estudo ou trabalho por, pelo menos, 14 dias. Os principais sintomas são febre, tosse seca e falta de ar.

Para manter a população informada a respeito do novo coronavírus, o Ministério da Saúde atualiza, diariamente, os dados na Plataforma IVIS, com números de casos descartados e suspeitos, além das definições desses casos e eventuais mudanças que ocorrerem em relação a situação epidemiológica. Os dados locais do Pará são atualizados, pela Sespa, ao longo do dia, pelo Twitter. Os dados usados pela Redação Integrada de O Liberal são oficiais dos órgãos de saúde.

ORM

Nenhum comentário:

Postar um comentário