População obidense protesta contra cobrança abusiva e serviços de fiscalização da Celpa - AMAZOON NOTÍCIA

JURUTI 139 ANOS

População obidense protesta contra cobrança abusiva e serviços de fiscalização da Celpa

População obidense protesta contra cobrança abusiva e serviços de fiscalização da Celpa

Share This
A população obidense realizou na noite desta segunda-feira (19), uma manifestação contra a empresa Celpa Equatorial, empresa responsável por administrar e pelo fornecimento de energia elétrica no estado do Pará. 

Os manifestantes protestaram contra os serviços abusivos de fiscalização nas residências pela empresa responsável de fiscalização nos medidores, cobranças abusivas do valor consumido, e reivindicavam a retirada da equipe de fiscalização do município. 


Os manifestantes se concentraram e bloquearam a Avenida Nelson Souza, nas proximidades da pousada onde estavam os técnicos de fiscalização. Com gritos de ordem “Fora Celpa”, foi formada uma comissão que reuniu- se com os responsáveis pela empresa de fiscalização, e após uma hora de negociação a equipe de fiscalização deixou o município de Óbidos, sobre forte pressão da população. A comissão de manifestação junto com o vereador Isamarc Soares, pediu ainda que seja feita uma audiência pública com o gerente da empresa em Óbidos. 

Momento em que a equipe de fiscalização da Celpa Equatorial se retira de Óbidos/ Video Xavier Araújo

Segundo os manifestantes, desde que a concessionária trocou os medidores de energia, as contas subiram de forma elevada, afetando a população que é de baixa renda. Eles afirmam que os novos valores cobrados não condizem com o consumo real e precisam ser reavaliado. Mesmo parcelando o valor da fatura, moradores estão tendo a energia cortada e as dívidas estariam se acumulando. 

Foi um primeiro pontapé de um movimento que tende a crescer dada a revolta geral da população obidense que vive um drama social de não estar mais podendo pagar as tarifas da Celpa Equatorial, que têm sido exorbitantes, principalmente nos casos em que a empresa acusa o consumidor por fraude no desvio de energia, cobrando valores impagáveis de multas que vão de 5 a 40 salários mínimos. 

momento em que a equipe de fiscalização da Celpa, se retira de Óbidos
Na sessão da Câmara Municipal desta segunda-feira (19), o vereador Isamarc Soares, através de requerimentos pediu informações da Celpa Equatorial e que seja realizada uma audiência pública onde possa está presente o gerente da empresa, para que possa dar explicações sobre as abusivas cobranças que vêm sendo realizadas à população obidense. “Aqui não tem rico, pobre, político e sim, todos seres humanos que estão sendo lesados pela Celpa, sem um pingo de respeito pelo povo, e hoje mais uma vez solicitei uma audiência pública para que possamos trazer o chefe da empresa para esclarecer os preços abusivos. Tem família que antes pagava 200 reais, agora está pagando 800 reais, estão ficando sem condições de estarem pagando seus talões e seus nomes estão indo para o SERASA, e não tem como negociar os atrasos”, disse o vereador Isarmac Soares.









Nenhum comentário:

Postar um comentário