Católicos de Oriximiná celebram neste domingo (02) o Círio do Santo padroeiro Santo Antônio. - AMAZOON NOTÍCIA
Católicos de Oriximiná celebram neste domingo (02) o Círio do Santo padroeiro Santo Antônio.

Católicos de Oriximiná celebram neste domingo (02) o Círio do Santo padroeiro Santo Antônio.

Share This
(foto: Moacyr Moura)

Círio fluvial não vai acontecer devido a pandemia do coronavírus


O anuncio foi feito pelo pároco de Oriximiná, Frei Fabiano, por meio de rede social. O religioso falou sobre como vai ocorrer a festividade em honra a Santo Antônio de Pádua, durante o período de 02 a 16 agosto no município. O tema da festa antoniana é: Santo Antônio de Pádua: Guardião da FÉ, arauto da ESPERANÇA, testemunha da caridade.

Em 2020, a cidade que possui o título de maior círio fluvial noturno do mundo, não vai poder ter e ver as barquinhas navegando pelas águas do rio trombetas, a balsa toda iluminada, fogos estourando no céu e a multidão cantando Viva Santo Antônio. A quinzena festiva terá apenas a parte religiosa, a social não será feita este ano, também por conta da pandemia da COVID-19. “Eu entendo o pesar, muitas pessoas se lamentando por que não vamos ter o círio, mas é esta a situação que estamos vivendo este tempo. A devoção, nada limita, o amor, a fé, a esperança, nenhuma realidade pode limitar isso dentro de nós”, ressaltou Frei Fabiano.

Alvorada de Santo Antônio vai acontecer na madrugada do dia do círio. Terá início na praça Santo Antônio, carros e motos devem percorrer pelas ruas da cidade com a imagem peregrina do padroeiro, salva de fogos vai anunciar o inicio de mais uma festividade. Para as pessoas que forem participar da alvorada, devem seguir os protocolos de segurança como o uso de mascaras, distanciamento entre veículos e pessoas, utilização do álcool gel. Após a chegada o pároco fará a benção aos devotos. As pessoas por recomendação da paróquia não devem sair dos veículos, os religiosos farão a benção a todos que estiverem presentes.

A celebração do círio terrestre vai ocorrer da seguinte forma; um carro ás 17hs (Cinco horas da tarde) levará o andor com a imagem de Santo Antônio, onde passará em frente as comunidades católicas na zona urbana. A pedido do pároco aos fiéis, sejam montados altares em frentes as comunidades e nas casas por onde a imagem vai passar. Após a chegada da imagem por volta das 19hs30min, será celebrada a santa missa em frente à igreja matriz.

No período de 02 a 16, as celebrações acontecerão todas as noites, ás 19hs30min, em frente a matriz de Santo Antônio. Seguindo aos decretos da Diocese de Óbidos e da Prefeitura de Oriximiná, as missas vão ser realizadas obedecendo as normas de segurança, todos os fiéis devem usar obrigatoriamente mascaras, e terem em mãos o álcool gel. A praça terá reforço policial, como forma de dar cumprimento as normas sanitárias, e a segurança durante as celebrações. O pároco aconselhou que as pessoas que fazem parte do grupo de risco (idosos, pessoas com comorbidades etc.), a não participarem das missas presenciais, pois as celebrações serão transmitidas pelas redes sociais e rádio. “As pessoas que são do grupo de risco, fiquem em casa. Nós aconselhamos de não participarem, as missas serão transmitidas pela internet, então não há perigo de perderem as celebrações. Vamos obedecer a essas normas de segurança, porque a reabertura das missas com o povo, não significa que tudo voltou ao normal. Então, a gente tem que ter esse passo cuidadoso, responsável e gradual da volta a normalidade das nossas celebrações, mas obedecendo a risco as normas de segurança”, declarou.

Na Véspera da festa, 15 de agosto está programada uma LIVE denominada “Um Tributo a Santo Antônio”, onde vai reunir músicos, cantores, ministérios de música, artistas locais prestarem suas homenagens ao padroeiro da cidade. Nesse dia a missa vai iniciar as 19hs.

Ao final do vídeo, o pároco disse que tudo será feito de maneira simples, e agradeceu mesmo assim, em poder celebrar as festividades em meio a pandemia do novo coronavírus. “Então, nós só temos a pedir a Deus de podermos celebrar assim ainda, e acredito muito, mesmo que não tenha todos os fatores do círio, nada impede do nosso coração celebrar com grandeza ao nosso santo padroeiro. Então, vamos viver. Mesmo de maneira simples, muito reduzida, mas com grandeza de alma, com a mesma alegria, com o coração exultante e louvando a Deus, por estarmos aqui e estarmos dando passos de sair dessa pandemia. Muito obrigado a todos!”, concluiu o pároco.

Vejoinorixi / Patrício Coimbra

Nenhum comentário:

Postar um comentário