Deputado Celso Sabino Relator da CPI e comissão que estão investigando danos ambientais no Pará visitarão, nesta quinta-feira (09), as dependências da mina de Bauxita da Mineração Rio do Norte em Oriximiná/PA. - AMAZOON NOTÍCIA
Deputado Celso Sabino Relator da  CPI e comissão  que estão investigando danos ambientais no Pará visitarão, nesta quinta-feira (09), as dependências da mina de Bauxita da Mineração Rio do Norte em Oriximiná/PA.

Deputado Celso Sabino Relator da CPI e comissão que estão investigando danos ambientais no Pará visitarão, nesta quinta-feira (09), as dependências da mina de Bauxita da Mineração Rio do Norte em Oriximiná/PA.

Share This
Foto/ comissão / Divulgação

Deputados da CPI desembarcarão em Oriximiná para visitar mina. 

Os deputados da CPI que está investigando danos ambientais em Barcarena visitarão, nesta quinta-feira (09), as dependências da mina de Bauxita da Mineração Rio do Norte em Oriximiná/PA. 

Para a viagem estão confirmados os deputados Celso Sabino - relator da Comissão - e Carlos Bordalo - membro titular da CPI -. 

A CPI realizará uma Mesa Redonda na Câmara Municipal, a partir das 8h30. Estão sendo convocados para o evento autoridades, lideranças e a sociedade civil como um todo. O tema da conversa será a atuação das mineradoras no Pará e nos municípios, inclusive Oriximiná, abordando aspectos econômicos, políticos, ambientais etc. 

Em seguida se deslocarão até Trombetas. Na mina, os deputados irão conferir através de um tour no interior da empresa para conhecer mais a fundo o processo produtivo desenvolvido. 

Segundo o deputado Celso Sabino o objetivo da viagem é o mesmo que originou a visita às dependências da mina da Hydro em Paragominas: “É um dos lugares onde se origina a matéria-prima da produção da Hydro. É de suma importância ver como é feito o processamento da bauxita retirada da natureza e que vem para o consumo industrial da empresa norueguesa instalada em Barcarena”, comentou. 

A mina de bauxita da “Mineração Rio Norte-MRN” é considerada uma das maiores do mundo e a maior do Brasil. Gera em torno de 3.300 empregos. Ainda produz em média por ano 18 milhões de toneladas de bauxita, utilizada para produzir alumínio. 


A MRN extrai a bauxita, realiza o beneficiamento, faz o transporte ferroviário em trens com 46 vagões, cada um com capacidade para transportar até 85 toneladas de minério, numa ferrovia de 27 km, secagem e embarque nos navios de até 60 mil toneladas. A bauxita dessa mina é avaliada como uma das melhores em qualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário