Quilombo do Ariramba no Município de Óbidos inicia construção coletiva do seu Plano de Vida - AMAZOON NOTÍCIA
Quilombo do  Ariramba no Município de Óbidos inicia construção coletiva do seu Plano de Vida

Quilombo do Ariramba no Município de Óbidos inicia construção coletiva do seu Plano de Vida

Share This

Com a ferramenta construída e aprovada a comunidade sonha com um futuro mais igualitário e de oportunidades 

“A nossa comunidade é um pouco esquecida, e as pessoas ou não lembram, ou não querem ajudar ou não querem ver”. O sentimento de abandono relatado pela jovem Samara Nunes Oliveira, moradora do Quilombo do Ariramba, é apenas um dos muitos relatos encontrados em comunidades tradicionais quando perguntamos sobre educação e saúde. Localizado na fronteira com o município de Oriximiná, na região da Calha Norte o quilombo do Ariramba possui uma média de 40 famílias, dos quais, segundo o coordenador da comunidade, Ernandes Oliveira, menos da metade permanece com residência fixa no quilombo, outros deixam suas casas por um período para proporcionarem aos seus filhos um direito fundamental básico, o da saúde e educação. 

Mesmo com muitos desafios os moradores do Ariramba iniciaram no mês de fevereiro a construção coletiva do seu plano de vida, uma ferramenta participativa que abre debate sobre as melhorias da comunidade. “A construção do plano de vida veio a partir daquilo que nós há muito tempo vínhamos sonhando e com isso, desde 78 quando foi a fundação dela, a gente vem lutando com algumas dificuldades e agora com esse plano de vida eu creio que vai ser uma melhoria para a comunidade”, frisou o coordenador da comunidade, Ernandes Oliveira que participou juntamente com os moradores da comunidade da construção do Plano de Vida. 

A construção do Plano de Vida abordou temas como Cultura, Meio Ambiente, Habitação, Educação, Saúde, Sustentabilidade, Fortalecimento Institucional e Geração de Renda, sete eixos que nortearam o debate visando um único objetivo, a construção de uma ferramenta de transformação. “Através do plano de vida a comunidade vai poder levantar suas demandas e necessidades e conquistar os sonhos que eles tanto esperam que é ter uma boa habitação, uma água, uma energia, tudo que seja pra melhorar a vida deles e a permanência aqui no quilombo”, destacou a coordenadora da Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos de Oriximiná, Claudinete Colé. 

O consultor do Programa Territórios Sustentáveis, Rogério Rodrigues, destacou a importância da construção do plano de vida. “O território do Ariramba vai receber um documento do governo do estado onde diz que o território tem que ter o plano de uso e o plano de vida já é boa parte desse documento que a lei está cobrando. O Plano de Vida é um documento construído coletivamente pela comunidade onde a comunidade coloca no papel hábitos e costumes que ela tem de desenvolvimento e de preservação do seu território”, reforçou o coordenador. 

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa de três organizações sociais, Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) que tem o patrocínio da Mineração Rio do Norte e visa o apoio a uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável nos municípios de Faro, Terra Santa e Oriximiná e atua com os cinco eixos: Gestão Pública, Gestão Ambiental, Desenvolvimento Econômico, Capital Social e Quilombolas.

Martha Costa - Comunicação Programa Territórios Sustentáveis

Nenhum comentário:

Postar um comentário